Imortalidade no Metaverso

O conceito de vida digital após a morte é definido como a continuação de uma presença digital ativa ou passiva após a morte física de um indivíduo.

A área de pós-vida digital é um campo de pesquisa em crescimento. Ela começou inicialmente explorando formas pelas quais a lembrança dos mortos poderia ser mantidas vivas no mundo digital.

Com a atual e crescente discussão sobre avatares, gêmeos digitais e o “eu digital”, o tema da morte foi ressuscitado e trouxe perguntas do tipo, “é possível ser imortal no metaverso?”

No passado, o conceito de imortalidade estava vinculado apenas a crenças religiosas. Hoje, as máquinas computacionais e os mundos do cyberespaço também criam a esperança de alcançar a vida eterna.

IMORTALIDADE DIGITAL

A imortalidade digital pode ocorrer de duas formas: (1) unidirecional – onde as ideias e o perfil digital de alguém é preservado em algum site ou rede social, e (2) a bidirecional – quando existe a possibilidade do falecido, através do uso de inteligência artificial, interagir com o mundo vivo; esta interação poderia ser através de conversas em texto bidirecionais,  voz e vídeo.

A ESPERANÇA

O conceito de esperança está muito relacionado a imortalidade digital. Ele surge da necessidade humana de ver algo positivo além da dor imediata.

Quando alguém busca a imortalidade digital, pode estar na verdade buscando esperança.

Embora, a crença da preservação digital traga esperança para alguns, não se pode afirmar que isso conforte ou amenize a dor do enlutado.

NOVOS SIGNIFICADOS PARA A MORTE

Na área de pós-vida digital alguns conceitos ganham novo significado:

  • Segunda morte significa que houve a perda ou deleção dos dados digitais do falecido.
  • Ressurreição digital é quando se usa as informações de alguém nas mídias sociais, depois de morto.
  • Necromancia digital é quando se preserva e restaura restos de dados digitais de alguém.
  • Eternidade aumentada é o reenchimento de gaps de informação da vida de alguém que teve a identidade digitalizada ou imortalizada no digital.
  • Consciência digital é o desenvolvimento da imortalidade emocional e intelectual através de clones e avatares. É a replicação das memórias, crenças e sentimentos armazenados em computador ou robô.

CRIADORES DE IMORTALIDADE

Existem três tipos de criadores do pós-vida digital:

1.  Primeiro, há criadores de memória que usam memórias digitais e artefatos pré e pós morte da pessoa e armazenam em sites e redes sociais.

2. Segundo, há aqueles que criam um avatar interativo e representativo da pessoa, antes da morte. Esse avatar é capaz de conduzir uma conversa limitada com outros, tem capacidade de aprender poucas coisas, crescer, agir e interagir com o mundo vivo.

3. O tipo final são os criadores de personagens imortais, que criam uma réplica digital exata da pessoa ainda em vida, para que depois da morte, a sua cópia digital continue aprendendo, se desenvolvendo, criando e interagindo com o mundo.

Embora os primeiros tipos sejam possíveis atualmente, as formas finais de criação seriam classificadas como seres humanos virtuais com sentimento e isso ainda não é realidade. 

EMPRESAS QUE OFERECEM PÓS-VIDA DIGITAL

Em muitos dos livros do século XXI sobre a morte, há uma ausência notável de qualquer referência à religião ou espiritualidade. No entanto, do ponto de vista espiritual, os sites memoriais digitais tornaram-se espaços de lembrança, consolo e, em certa medida, estes sites substituíram ou recriaram práticas rituais associadas ao luto.

  • https://www.lifenaut.com/ – é um projeto de pesquisa baseado na web que permite a qualquer pessoa criar um backup digital de sua mente e código genético.
  • https://www.eter9.com/ – Usando inteligência artificial, é um aplicativo e rede social que promete fazer posts mesmo depois que o usuário morra.
  • https://www.mywishes.co.uk/ – documente seus desejos de cuidados futuros, proteja seus bens e faça planos para aqueles de quem você gosta.
  • https://www.aura.life/ – permite armazenar informações, documentos e mensagens para enviar a amigos e familiares após a morte. Por exemplo, pode enviar mensagens programadas de aniversário, depois da morte do usuário.
  • https://www.muchloved.com/ – memorial em homenagem a seu ente querido, onde você pode compartilhar memórias, pensamentos e histórias com a família e amigos, assim como acender velas, adicionar música, fotos e vídeos. pode coletar doações para uma instituição de caridade especial ou projeto em seu nome, organizar eventos, celebrar aniversário e etc.
  • http://recordmenow.org – O aplicativo permite que você faça um legado de vídeo duradouro para si mesmo, sua família e seus entes queridos.

REFERÊNCIAS

Savin-Baden, Maggi. Digital Afterlife and the Spiritual Realm (Chapman & Hall/CRC Artificial Intelligence and Robotics Series) (p. 2). CRC Press. Edição do Kindle.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: