Geração Alfa: Famílias diferentes

Um dos maiores erros que os pais podem cometer é tentar educar os filhos da mesma forma como foram educados.

Os pais de hoje não podem aplicar os mesmos métodos que foram usados quando cresciam porque simplesmente vivemos num tempo diferente. O que funcionou antes, pode não funcionar agora.

A vida hoje é mais acelerada e complexa, dependemos mais da tecnologia e os pais também são diferentes dos de antigamente.

MÃES

As mulheres de hoje têm mais acesso à educação e ao mercado de trabalho, e por isso estão adiando o casamento e filhos. Por isso, a geração Alfa tem mães mais velhas.

Elas estão passando mais tempo longe dos filhos e se cobram mais pelo desempenho na educação deles.

O custo para criar filhos também aumentou. Atualmente, ambos os pais trabalham fora, seja por amor a carreira ou por necessidade.

PAIS

Em muitas famílias, os pais deixaram de ser os únicos provedores e assumiram outros papéis, que antes eram apenas das mães como, por exemplo, a tarefa de cuidar dos filhos. Atualmente, alguns pais gastam mais tempo com os filhos que as mães.

DIVERSIDADE

O modelo nuclear (pai, mãe e filhos) deixou de ser predominante. Existem casais indo morar com os pais ou avós para economizar aluguel, famílias de mães solteiras, pais solteiros, casais do mesmo sexo etc.  A geração alfa já nasce num ambiente diverso.

EMOÇÕES

Diferente do passado, os pais de hoje estão dispostos a conversar mais e ouvir os filhos sobre seus sentimentos e emoções.  As crianças também estão sendo mais envolvidas nas decisões e desafios da família.

TAREFAS ESCOLARES

Muitos pais não estão conseguindo ajudar os filhos nas tarefas escolares. As novas grades curriculares e o uso da tecnologia têm elevado pressão sobre os pais que não sabem como ajudar os filhos em matérias que eles não aprenderam em sua época de escola.

As expectativas dos pais em relação às escolas também são mais complexas do que no passado. Os pais hoje esperam que as escolas ajudem não apenas no desenvolvimento acadêmico, mas também que contribuam para as habilidades sociais de seus filhos e para o desenvolvimento das habilidades de vida.

PREOCUPAÇÕES ATUAIS

As cinco principais preocupações dos pais são: o futuro da criança, sua saúde mental e bem-estar, o bullying, o tempo de tela/mídia social e o estado do mundo. Cada uma destas preocupações leva a tensões para os pais do mundo de hoje.

PACIÊNCIA

Tempo para pausa e reflexão é um desafio para a acelerada geração alfa. Dificilmente as crianças de hoje ficarão 90 minutos assistindo a um jogo de futebol. Em vez disso, elas assistem a um vídeo condensado de três minutos, que destaca todos os gols. Eles só querem saber quem ganhou, quem marcou, quando e sobre o que as pessoas estavam comentando mais.

Será um desafio para os pais educarem os Alfas e fazê-los entender a importância do tempo para pausa e reflexão.

TRANSTORNO DE DÉFICIT DE NATUREZA

Esse é um termo recente que defende a ideia de que os seres humanos, especialmente as crianças, estão passando menos tempo ao ar livre, e a crença de que essa mudança resulta em uma ampla gama de problemas físicos e comportamentais derivados de uma vida desconectada do mundo natural.

Embora não seja considerado uma doença, os estudos desse transtorno focam em explorar como a natureza pode ser útil para desenvolver nas crianças confiança, criatividade e imaginação, responsabilidade e reduzir o estresse e ansiedade.

Dicas de como a família pode manter contato com a natureza

  • Planejar um piquenique ou junta-panela ao ar livre
  • Visitar um parque
  • Planejar passeios de fim de semana na natureza
  • Pensar passeios em família ou férias na natureza
  • Experimentar um camping
  • Visitar mirantes que inspiram admiração  
  • Reunir-se à volta de uma fogueira
  • Jogar ou praticar esporte ao ar livre
  • Transferir tarefas internas (como lição de casa ou leitura) para o ar livre

CONCLUSÃO

Os pais da geração Alfa sofrem muita pressão. É importante apoiá-los e ajudá-los na difícil tarefa de manter o lar e cuidar dos filhos. No entanto, eles precisam compreender que o investimento de tempo em quantidade e qualidade,  pode ser a  melhor estratégia na educação dos filhos.

REFERÊNCIAS

McCrindle, Mark; Ashley Fell. Generation Alpha. Hachette Australia. Edição do Kindle.

Transtorno de déficit de Natureza. https://pt.wikipedia.org/wiki/Transtorno_do_D%C3%A9ficit_de_Natureza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: