Mangás, animes e ocultismo

Preocupa a pais cristãos o quanto mangás e animes podem influenciar a religião dos filhos.

É preciso considerar que existe uma enorme variedade desse tipo de conteúdo e que alguns são educativos e coerentes com a cosmovisão cristã.

No entanto, alguns mangás e animes podem ser classificados como ocultistas, lidando com poderes psíquicos, fantasmas, vida após a morte, temas de horror, fenômenos sobrenaturais e sinistros, que colidem contra o cristianismo.

ESPIRITISMO E OCULTISMO

Os mangás e animes que abordam a vida após a morte e a possessão espiritual costumam explorar os pontos de vista do xintoísmo e budismo, mesmo que as estórias não sejam criadas para fins religiosos.

Dominados pelo subgênero de terror, mangás e animes de ocultismo tendem a ter doses pesadas de irracionalismo, contudo servem como fontes de informação sobre o sobrenatural.

Mangás e animes ocultistas recorrem frequentemente às religiões para fins narrativos, mas raramente parecem resultar no aumento da religiosidade. Seus criadores geralmente não usam as estórias para fins religiosos.  

EFEITOS NA RELIGIOSIDADE

Existem, entretanto, casos registrados de pessoas que mudaram seu estilo de vida ou decidiram iniciar em alguma religião oriental influenciados por mangás e animes.

Por exemplo, percebeu-se que a maneira como os monges budistas são retratados, como possuidores de poderes mentais e força supernatural, incentiva alguns fãs a buscarem esse caminho religioso, a meditação transcendental e outros rituais.

Alguns usuários podem levar as estórias muito a sério, adotar a ficção como realidade e transformar seus personagens em deidades pessoais.

CONCLUSÃO

O Cristianismo é claramente incompatível com o ocultismo. Para os cristãos, ele representa as forças antagônicas do mal. Por isso, faz sentido que boa parte dos cristãos evite assistir e promover esses conteúdos.

Os mangás e animes de terror e ocultismo raramente convertem alguém para uma religião oriental, mas despertam emoções de medo e tensão que podem viciar o gosto e resultar no desinteresse por outras literaturas mais reais e saudáveis para a mente.

“Muitos estão buscando o espiritismo simplesmente por curiosidade. Não têm verdadeira fé nele, e recuariam horrorizados ante a ideia de se tornarem médiuns; mas estão se aventurando em terreno proibido e perigoso. Quando se acham enleados nas malhas do enganador, verificam que estão sob o domínio daquele que faz de seus servos os escravos mais vis, e nada poderá livrá-los, a não ser o poder de Deus.” (EDD, 258.4)

Fontes:

Thomas, Jolyon Baraka. Baseando-se na Tradição: Manga, Anime e Religião no Japão Contemporâneo. University of Hawaii Press. Edição do Kindle.

White, E. Este Dia com Deus (1989). https://m.egwwritings.org/pt/book/1920.2751

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: