Efeitos da Pornografia digital

A #pornografia e a #masturbação são largamente divulgadas na mídia como a solução para alguns problemas. No entanto, pesquisas tem mostrado que vários distúrbios podem estar associados a esses hábitos, como:  a ansiedade social, baixa autoestima, problemas de concentração, falta de motivação, disfunção erétil, anorgasmia, #depressão e ideação suicida. (1)

Nas últimos décadas, o número de homens abaixo dos 40 anos que apresentaram disfunção sexual cresceu mais de 1000%. Esse aumento coincide com o aumento do consumo da pornografia digital.  (2)

Em 2016, um estudo entre adolescentes de 16 a 21 anos, com vida sexual ativa, revelou que 78% dos meninos e 84% das meninas declararam problemas de função sexual, baixo interesse e satisfação sexual, e disfunção erétil. (3)

No entanto, quando os usuários de pornografia se abstêm do uso, dentro de algumas semanas, eles apresentam níveis mais altos de comprometimento no relacionamento, melhorias nas funções sexuais, se tornam mais altruístas, mais extrovertidos e menos neuróticos. (1,4,5)

Muitos usuários de pornografia sentem o desejo de interromper o vício quando percebem o alto preço para a saúde e relacionamentos. Apenas 7% desses o fazem por motivos religiosos. (1)

Existem grupos nas redes sociais onde pessoas que desejam deixar o vício em pornografia se apoiam mutuamente expressando suas lutas, vitórias e consequências. (6)

Benefícios de abandonar o vício (1):

  • Redução da ansiedade social
  • Mais energia em geral
  • Mente mais clara, mais afiada, mais concentração
  • Rosto com aparência mais vibrante
  • Alívio da depressão
  • Desejo de interagir com o sexo oposto

Fontes:
https://www.linkedin.com/pulse/pornografia-digital-carlos-magalhaes

1. Wilson, Gary. Your Brain on Porn: Internet Pornography and the Emerging Science of Addiction. Commonwealth Publishing. Edição do Kindle.

2. Park, B. Y. et al. Is Internet Pornography Causing Sexual Dysfunctions? A Review with Clinical Reports. Behav. Sci. 6, (2016). https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27527226/

3. O’Sullivan, L. F., Byers, E. S., Brotto, L. A., Majerovich, J. A. & Fletcher, J. A Longitudinal Study of Problems in Sexual Functioning and Related Sexual Distress Among Middle to Late Adolescents. J. Adolesc. Health Off. Publ. Soc. Adolesc. Med. (2016). doi:10.1016/j.jadohealth.2016.05.001

4. Wilson, Gary. Your Brain on Porn: Internet Pornography and the Emerging Science of Addiction (p. 170). Commonwealth Publishing. Edição do Kindle.

5. Sproten, A. How Abstinence Affects Preferences, http://www.alec-sproten.eu/language/en/2016/01/18/how-abstinence-affects-preferences/. (2016).

6. https://www.reddit.com/r/nofapbrasil/
https://www.yourbrainonporn.com/quitting-porn/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: