Tecnopaganismo

É uma nova forma de neopaganismo new age que, considera as novas tecnologias como possuidoras de características humanas ou divinas.

É uma espécie de misticismo em que as experiências são mediadas pela tecnologia digital.

O tecnopaganismo pode se manifestar de várias formas (sincretismo). Os dispositivos tecnológicos podem ser vistos como objetos sagrados ou mágicos.

Nos últimos anos, vários pesquisadores têm sinalizado uma mudança na atitude das pessoas com relação a tecnologia. Ela está semelhante a relação delas com as divindades e a religião.

A tecnologia em si se tornou uma espécie de deus. A maneira como os humanos atribuem à tecnologia a esperança, relevância e essencialidade é a mesma dedicada aos deuses e objetos religiosos.

Por exemplo: o Google é onisciente, a Internet é onipresente, a tecnologia pode criar a cura para todas as doenças, as redes sociais mantem a pessoa viva mesmo após sua morte etc.

Isso se assemelha muito ao conceito da Nova Era em que não existe um único deus, mas uma pluralidade, um forte apelo às causas naturais e de preservação do ambiente. Nesse aspecto a tecnologia é percebida como alguém que irá salvar o futuro da humanidade, pois ela pode ser mais ecológica e menos agressiva ao planeta natural.

Na sua forma mais mística, o tecnopaganismo e o tecnoxamanismo acreditam no homem híbrido, em que a tecnologia e a biologia podem formar um só corpo. Uma reconexão da natureza com o corpo por meio da tecnologia e que pode lhe dar superpoderes e longevidade.

No tecnopaganismo, um dispositivo tecnológico originalmente considerado um simples dispositivo produzido pela inteligência humana, torna-se algo mágico. O computador, a Internet, os celulares, as redes e outras tecnologias são incluídas em rituais neopagãos ou práticas mágicas.

O que vemos no tecnopaganismo é uma conjunção, ou mesmo uma sinergia, entre magia, sacralidade e a computação.

Concluindo, mesmo as pessoas que não aceitam o misticismo tecnológico, podem manifestar comportamentos de apego e interação religiosa com à tecnologia.

Outros termos relacionados a esse assunto: tecnoxamanismo, cibergnose e animismo digital.

Fontes:

https://www.linkedin.com/pulse/technopaganism-revisited-john-duku/

Imaginário tecnológico e a religiosidade das redes digitais. https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/4533

Deus Ex Machina? Witchcraft and the Techno-World. https://core.ac.uk/download/pdf/229421272.pdf

Leitura adicional: Salmo 115

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: