Filmes históricos baseados na vida real

“Aqueles que não se lembram do passado estão condenados a repeti-lo.”

George Santayana

Os filmes históricos podem ser mais relevantes e inspiradores que outros gêneros de filme. No entanto, eles também escondem riscos e desafios para quem produz ou assiste.

Os filmes históricos e inspirados em pessoas ou situações reais são bastante explorados por Hollywood com significativo sucesso. Dos dez filmes de maior bilheteria de todos os tempos, cinco deles são em parte ou inteiramente baseados em uma história verdadeira (The Sound of Music, Titanic, Os Dez mandamentos, Doutor Zhivago, e O Exorcista (Tuttle, 2018).  Parece existir uma curiosidade nata no ser humano por conhecer outras realidades e contemplar sua própria história refletida na vida de outros.  Entretanto, essas narrativas possuem pontos positivos e negativos que  precisam ser considerados.

Vantagens

Educação

Para Mark Hadley (2017) “Adoramos filmes que nos arrancam de nossos pés e nos levam de volta a um tempo mais simples.” Os filmes históricos também nos dão a oportunidade de ver as coisas de maneira diferente. A história reescrita pode ensinar lições que nos ajudam a valorizar ainda mais as conquistas do passado e ensinar como foram obtidas as vitórias. Também pode nos ensinar a superar limitações, medos e abandonar erros e mitos.

Influência

Os filmes históricos ou baseados em vida real  tem um forte poder de influência. Griffin (2019, p.362) argumenta que quando o espectador percebe que sua vida real é representada pela mídia, estes espectadores são especialmente suscetíveis ao poder de cultivo da mídia. Em outras palavras, os filmes históricos podem ir além da função de entretenimento e inspirar a mudança de comportamentos e atitudes. O espectador ao se identificar com alguma situação ou personagem permite a internalização de crenças e hábitos  (Singhal, et al., 2004).

Credibilidade

As narrativas históricas podem inspirar maior credibilidade. Quando as pessoas se deparam com histórias onde a jornada do herói é algo real, elas creem mais facilmente que aquilo que aconteceu com o personagem também é possível de ocorrer com elas (Tan, 2018).

Religião

Lindvall (2011, p.163)  acredita que   “precisamos desesperadamente de uma perspectiva histórica para entender de onde viemos, quem somos como cristãos na igreja, como chegamos aqui e para onde devemos ir”. Os épicos da Bíblia também podem criar uma conexão emocional entre a audiência e os personagens bíblicos que inspira e motiva a espiritualidade. Ao ver a representação dos personagens as pessoas podem desenvolver uma empatia e entender que eles eram pessoas comuns, com semelhantes lutas e dificuldades, mas que foram vencedores e, por isso, outros também podem ser.

Desvantagens

As câmeras sempre mentem

Os filmes históricos também possuem algumas desvantagens. Produzir conteúdos épicos exige significativo esforço de pesquisa e elevado custo de produção. Também é importante contextualizar as realidades do passado para que alguns comportamentos e fatos possam ser bem interpretados no presente.

O grande questionamento sobre os filmes históricos é sua fidelidade aos fatos e as cronologias. Em muitos casos, esses filmes são narrativas alternativas que podem influenciar negativamente na compreensão da história real. Para Reynaud (2008 ) o mais valioso uso de filmes históricos não é tanto como documentos sobre os eventos passados, mas como registro sobre o significado dos eventos para a cultura que fez os filmes.  

Conclusão

George Santayana afirma que o passado pode trazer grandes lições para o presente. De forma semelhante, os  filmes históricos também podem manter vivas em nossa memória importantes lições que podem nos preparar para um futuro melhor.


Referências

Hadley, M. (2017). Play it again: Why we love historical movies. Retrieved from  https://www.hopechannel.com/au/read/play-it-again-why-we-love-historical-movies

Lindvall, T. & Quicke, A. (2011). Celluloid sermons: The emergence of the Christian film industry, 1930-1986. New York: New York University Press. ISBN-13: 978-0814753248

Reynaud, D. (2008). Dealing with historical movies in the history and english classroom. TEACH Journal of Christian Education, 2(2), 48-52. Retrieved from https://research.avondale.edu.au/teach/vol2/iss2/13

Singhal, A., Cody, M.J., Rogers, E.M. & Sabido, M. (2004). Entertainment-Education and social change: History, research, and practice. New York: Routledge. ISBN-13: 9780805845532

Tan, E.S. A psychology of the film. Palgrave Commun 4, 82 (2018). https://doi.org/10.1057/s41599-018-0111-y

Tuttle, K. (2018). Based On a True Story: Why We Love Those Words. Retrieved from: https://moviebabble.com/2018/02/04/based-on-a-true-story-why-we-love-those-words/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: